As mais recentes novidades sobre viagens, línguas e cultura dadas pela EF Education First
Menu

12 palavras inglesas com estranhas origens

12 palavras inglesas com estranhas origens

A língua inglesa é uma curiosa mistura de palavras de todo o globo, criadas ao longo de um milénio de invasões, guerras, expansões coloniais e desenvolvimentos culturais e científicos. Por isso, o vocabulário é constituído por muitas palavras inglesas com estranhas origens.

De entre 750 000 palavras nós já identificámos as mais engraçadas, as do calão e as mais difíceis.

Agora descobre as palavras inglesas com estranhas origens!

1. Clue

Tecnicamente, os ingleses roubaram esta palavra aos Deuses Gregos. Teve origem na palavra ‘clew’ da mitologia Grega. Quando Mintatour – um monstro com corpo de homem e cabeça de touro – prendeu o rei mítico, Theseus, num labirinto, diz-se que Theseus escapou usando um novelo ou um “clew”. Ele utilizou o novelo para marcar o caminho que tinha feito para que, caso se perdesse, o conseguisse encontrar novamente.

Assim, “clew” passou a significar algo que guia o teu caminho e mais tarde ganhou o significado mais amplo de te guiar para a descoberta da verdade.

2. Hooligan

Em Inglês, nós temos muitas palavras para nos referirmos àquelas pessoas que só arranjam problemas: ruffian, thug, hoodlam, yob, chav, lout… a lista é infindável. Cada palavra não só tem um bocadinho o seu próprio significado, como também sugere a região do Reino Unido de onde a pessoa que a diz é originária.

Mas se fores chamado um hooligan a origem não é tão clara. De acordo com o Oxford English Etymology Dictionary, o nome teve origem no apelido de uma família Irlandesa – Houlihan – mencionado numa antiga canção da década de 90 do século XIX. Outra teoria é que durante a revolução Jacobina de 1745, um comandante Inglês percebeu mal a palavra gaélica escocesa para insectos (‘midge’) – – e criou a palavra “hooligan” para expresssar a sua frustração contra todos os insectos(midges). Mais tarde, a palavra surgiu para expressar a raiva contra as coisas tão irritantes como insetos.

3. Nice

Os professores nos países de língua inglesa frequentemente desesperam devido ao uso excessivo do adjetivo “nice” nos textos dos alunos. E parece que agora ainda têm mais razões para banir a palavra das salas de aula – o termo inicialmente era negativo e significava ignorante ou tolo.

Os linguistas vêm muitas possibilidades para a origem desta palavra. Pode ter-se desenvolvido a partir da antiga versão Francesa de “nice” no final do século XIII ou do latim “necius”. Pensa-se que adquiriu um significado positivo ao longo do tempo, porque assim que foi introduzida na língua Inglesa, era regularmente usada para as pessoas se referirem a alguém que estava ridiculamente demasiado vestido. Mais tarde, isto foi confundido com uma referência a alguém que tem um gosto refinado ou ou que está bem (“nicely”) vestido .

4. Shampoo

Agora vais ter ainda mais uma razão para aproveitares o teu banho. A palavra shampoo vem do Hindi e significa “massajar”. Derivada da Sanskrit root chapati (चपति), a palavra inicialmente dizia respeito a qualquer tipo de massagem ou calmante. A sua definição foi sendo expandida até 1860, onde queria dizer “lavar o cabelo”, e só na década de 50 do século seguinte passou a utilizar-se também para lavagem de tapetes e outros materiais.

 

5. Nightmare

É bastante óbvio de onde vem a primeira parte da palavra nightmare. Mas e a parte do “mare“? Enquanto que os cavaleiros se irão perguntar se tem algo a ver com cavalos, essa suposição é errada. “Mare” refere-se na realidade a uma duende maléfica que se senta em cima de ti, te sufoca enquanto dormes, te prende com o seu cabelo numa “marelock” e tenta passar-te maus pensamentos… bastante digno de pesadelos, não achas?

Resultado de imagem para mare palavras inglesas com estranhas origens

6. Sandwich

As sandwiches (sanduíches) obtiveram o seu nome por causa de Earl of Sandwich, o quarto. Um homem da política e nobreza Inglesa do século XVIII.

As circunstâncias da suposta invenção de Lorde Sandwich é tema de muito debate entre linguistas. Alguns acreditam que ele consumia a sua comida entre 2 pedaços de pão, para não ter de abandonar a mesa de jogo, e os seus parceiros de jogo começaram a pedir aos empregados “o mesmo que o Sandwich” e mais tarde, só “uma Sandwich”. Outros (que talvez respeitem mais o trabalho de Lorde Sandwich) acreditam que ele comia desta forma apenas para poder continuar à sua secretária e tratar de compromissos políticos.

7. Shambles

A origem da palavra “shambles” é uma grande confusão. O que é irónico, porque “shambles” significa literalmente “uma grande confusão”. Não é incomum ouvir falantes da língua Inglesa a reclamarem que a sua vida é “a shambles!”

Diz-se que o termo deriva do latim “scamillus”, que significa um pequeno banco. Mas ao mesmo tempo que a palavra ‘scamillus’ era usada, o termo “shambles“, na forma em que existe hoje, também estava a ser utilizado e referia-se a banco. Não sabemos porque os dois termos eram utilizados mas a certa altura o significado se “scamillus” tornou-se mais específico: referia-se apenas a um banco sobre o qual algo estava a ser vendido. Alguns anos mais tarde, o significado de “scamillus” continuou a progredir e passou a significar uma banca ou banco onde carne era vendida. Depois, passou a mercado de carne, chegou a referir-se a um matadouro e finalmente, algures no tempo, começou a usar-se a palavra “shambles” para criar trocadilhos sobre como as nossas vidas estavam uma grande confusão, parecendo-se até… com um matadouro.

8. Tattoo

“Tattoo” obteve o seu nome a partir da palavra Polinésia “tatau”, que significa “uma marca feita na pele”. Este termo surgiu da palavra Samoana ‘tattow’, que significa ‘atacar’.

A primeira vez que se sabe que foi utilizada na língua Inglesa, foi em 1786 no diário do Capitão James Cook, quando estava a bordo do Endeavour. No diário ele descreveu a tradição de tatuar que as pessoas com quem se cruzou na sua viagem na Polinésia mantinham. A prática de fazer tatuagens já existia em Inglaterra nesta altura, mas antes desta palavra Polinésia ser adotada, esta era referida como uma forma de pintura. Na verdade, quando um homem Indonésio, da Nova Guiné, foi tristemente levado para o Reino Unido enquanto escravo em 1691, ele era conhecido entre os ingleses como “o Príncipe pintado” devido às marcas no seu corpo.

9. Ketchup

O infame molho de tomate que pões por cima das batatas fritas pode nem sempre ter tido o sabor que tem hoje. Existem muitas teorias sobre a origem do termo mas a primeira referência ao mesmo deve ter sido no século XVII, quando os Chineses utilizaram “kôe-chiap” (鮭汁) para se referirem a uma mistura de peixe em conserva e especiarias. O primeiro aparecimento da palavra na língua Inglesa foi num dicionário de 1690, no qual se escreve ‘Catchup’.

Resultado de imagem para kôe-chiap palavras inglesas com estranhas origens

10. Checkmate

O termo de xadrez ‘checkmate’ diz-se que teve origem na palavra Persa “”shāh māt” (شاه مات‎), que se traduz como ‘o rei está sem saída’. No entanto, como o xadrez viajou pela Arábia até à Europa e a palavra Árabe para ‘morte’ é ‘māta’ (مَاتَ‎), também se diz que significa ‘o rei está morto’. Muitos argumentam contra esta segunda abordagem à origem do termo, porque o ‘shāh’ ou ‘rei’ no xadrez não morre, é ‘simplesmente posto numa posição da qual não é possível escapar’.

11. Robot

Shakespeare não foi o único escritor que introduziu novas palavras na língua Inglesa. O termo Inglês ‘robot‘ vem da palavra Checa ‘robota’, que significa ‘trabalho forçado’. A palavra foi introduzida na segunda década do século XX pelo autor Karel Čapek na sua obra de ficção ‘R.U.R’ (Rossom’s Universal Robots’), que explora a ideia de produzir pessoas sintéticas. Curiosamente, ele mais tarde revelou que não foi ele que inventou o termo, mas sim o seu irmão que também foi escritor, mas cujo trabalho enquanto pintor lhe deu mais reconhecimento.

12. Barbecue

O termo barbecue advém da palavra originária das Caraíbas barbakoa, que significa “estrutura de varas”. Faz sentido. O mais interessante é que a primeira vez que se sabe que o termo foi utilizado em Inglês, foi enquanto verbo e não nome. A sua primeira forma foi barbecado em 1648 na frase “the Indians instead of salt doe barbecado or dry and smoak fish”, mas mais tarde apareceu com barbecue em 1661, na frase “some are slain, and their flesh forthwith Barbacu’d and eat”. Isto deve ser o suficiente para pôr um fim aos debates acerca da utilização de barbecue como um verbo.

Aprende Inglês com a EF!Descobre os destinos aqui!

Compartilhe esse artigo

Últimos artigos de Línguas