As mais recentes novidades sobre viagens, línguas e cultura dadas pela EF Education First
Menu

13 tradições de Natal fantásticas à volta do mundo

13 tradições de Natal fantásticas à volta do mundo

Tradições de Natal! Há imensa coisa para gostar no que toca ao Natal – comida, família, amigos, canções de Natal

O que torna esta época festiva ainda mais charmosa é o facto de, por todo o mundo, os países desenvolveram as suas próprias tradições de Natal. Nós escolhemos algumas particularmente interessantes e engraçadas – sente-te à vontade para as adotares e adaptares às tuas próprias festividades.

1. Galinha de Natal

O Natal tem tudo a ver com comida e, no Japão, esta comida está associada a três letras: KFC. As pessoas dirigem-se à cadeia americana de comida rápida KFC para comer as suas pernas de frango – “Kurisumasu ni wa kentakkii!” ou “Kentucky pelo Natal!”. A tradição de comer galinha frita pelo Natal recua a uma campanha de marketing de 1974 – e até ao dia de hoje a KFC regista o maior volume de vendas todos os anos na Véspera de Natal.

2. Números da sorte

Desde finais do século XIX, a Lotaria Nacional Espanhola tem dado os maiores prémios em dinheiro do ano: “El Gordo” ou “O Gordo” tornou-se num evento social gigante, uma das mais fortes tradições de Natal.

Normalmente a 22 de dezembro, e as pessoas juntam-se cada uma com dezenas de bilhetes da lotaria, cheias de esperança de serem as vencedoras sortudas. Os números da lotaria são tradicionalmente cantados por um coro de 22 crianças da escola, e o país para praticamente todo à espera do presente de Natal de uma vida.

3. Tronco de Natal

No caso de não seres fã de árvores de Natal, podemos fazer-te interessar por um tronco de Natal? Em muitas partes de Espanha, os presentes são trazidos pelo Tió de Nadal ou Tronco de Natal – um pedaço de madeira que normalmente é decorado com uma cara e umas pernas pequenas. No entanto o tronco não traz só os presentes às famílias, o Tió de Nadal também se alimenta à noite e aconchega-se com a sua própria manta. Fofinho, não é? Bem, a fofura acaba aí mesmo. Na noite de Natal, o tronco é posto na lareira, onde as famílias lhe batem com paus até ele…uhmm…cagar presentes e doces. Agora seria uma boa altura para mencionar que o Tió de Nadal tem uma alcunha: Caga Tió.

4. Vassouras e esfregonas

Na Noruega, o Natal é sinónimo de esconder as vassouras e esfregonas – não porque as pessoas não queiram limpar mas sim porque os noruegueses são um pouco supersticiosos e querem evitar espíritos malígnos que regressam à Terra nessa noite para roubar as vassouras e passear pelo céu de Natal.

5. Aranhas de Natal

Acredites ou não, há algo como uma aranha de Natal. Na Ucrânia, as árvores de Natal são decoradas com teias de aranha – não te assustes, são decorações que parecem teias de aranha – que se acredita trazerem boa sorte. A história remonta a uma mulher pobre que não podia comprar decorações para decorar a sua árvore. Na manhã seguinte, ela acordou e a sua árvore estava coberta com teias de aranha que pareciam bonitas e brilhantes. Outros países, como a Polónia ou a Alemanha, consideram boa sorte se encontrarem uma aranha ou uma teia de aranha na árvore de Natal.

6. Caixa de correio do Pai Natal

Eu aposto que já todos enviamos uma carta ao Pai Natal a certa altura – mas sabias que ele realmente tem uma morada? A sua caixa de correio fica no Canadá, e se lhe escreveres por volta de 16 de dezembro – em mais de 30 línguas, incluindo Braille – ele vai responder. Apenas envia uma carta ao Pai Natal, Pólo Norte H0H 0H0, Canadá. É gratuito e não é preciso selo – porque o Pai Natal é incrível. Então este é o código postal do Pólo Norte.

7. Pickle de Natal

Os pickles deviam ser a tua decoração preferida de Natal porque significam um presente extra. Em muitos países, esconde-se uma decoração em forma de pickle algures na árvore de Natal e a pessoa que o encontrar ganha um presente extra ou então muito boa sorte. Não se sabe ao certo de onde vem esta tradição mas eu acho que podemos viver com isso – contanto que recebamos este presente extra.

8. Estrelas-guia

Em algumas partes do mundo, como na Ucrânia e na Polónia, a altura certa para abrir os presentes está escrita nas estrelas: a criança mais nova tem de olhar para o céu à noite e esperar que a primeira estrela apareça – é o sinal que a abertura dos presentes pode começar. (No caso de estar nublado, alguém aparentemente decide qual é a altura certa).

9. Pudim de Natal

Pudim – de todos os sabores e consistencias – é uma delícia popular de Natal. Na Eslováquia e algumas partes da Ucrânia, o pudim não só aquece o coração como também prevê o futuro. O homem mais velho da família tira uma colher cheia de pudim loksa e atira para o teto. Quanto mais pudim ficar lá, mais sorte terão. Tão simples quanto isso.

10. Pato Donald

Uma tradição de Natal importante na Suécia é o “Pato Donald Especial”. Este programa de televisão de uma hora vai para o ar na Véspera de Natal às 15h e todas as festividades são planeadas de forma a que as famílias possam ver o programa juntas.

11. Monstros de Natal

O Natal, em toda a sua alegria e glória festiva, também parece ser a altura de monstros que relembram as crianças para serem boas e portarem-se bem pelo menos um mês por ano. Um dos membros mais surpreendentes desta “Polícia de Natal” é o Jólakötturinn, o gato do Natal islandês. Parece fofinho, mas, tal como um certo tronco, não é o que parece. Jólakötturinn come crianças, nomeadamente as crianças que não fazem as suas tarefas e, como tal, não recebem roupas novas no Natal. Um Natal miauwy!

12. Andar de patins

E o prémio para o meio de transporte mais fixe de Natal vai para a capital da Venezuela, Caracas. Lá, as pessoas não vão a pé para a missa de Natal, vão de patins. Partes da cidade até ficam bloqueadas para que toda a gente possa deslizar em segurança até à igreja.

13. Natal No Hemisfério Sul

Longe de se aconchegarem em casacos quentes, assim que chega Dezembro ao hemisfério sul os residentes estão prontos para começar a usar os seus calções e T-shirts. Sim, o Natal nesta parte do mundo é um totalmente diferente ao que estás habituado.

Aprende a Desejar Feliz Natal em diferentes línguasInformações

Compartilhe esse artigo

Últimos artigos de Cultura