As mais recentes novidades sobre viagens, línguas e cultura dadas pela EF Education First
Menu

Um guia para iniciantes de K-pop

Um guia para iniciantes de K-pop

Eu adoro K-pop – um género de música popular típico da Corea do Sul – desde o liceu. O meu melhor amigo na altura era doido por uma banda chamada “Girls Generation” e a sua obsessão contagiou-me.

Quanto mais eu lia sobre o K-pop e como a indústria funcionava, mais interessante as coisas ficavam.

Aqui está o meu guia de tudo sobre o K-pop para iniciantes ‘ ideal se estiveres a pensar fazer um intercambio na Coreia do Sul.

Empresas de Entretenimento

No mundo do K-pop as bandas são totalmente “fabricadas”, passando por um processo intenso de treino e pesquisa para serem perfeitas quando são lançadas. As maiores empresas nesta área – as editoras – são a S.M. Entertainment, por de trás de bandas como H.O.T, S.E.S., e “Girls Generation, e YG Entertainment, e estão focadas em gerir as bandas.

Treinos

Os ídolos, como os membros das bandas K-pop são conhecidos, passam por treinos intensivos, até mesmo mudanças estéticas, de forma a formarem um grupo coeso. Mas como é que isso tudo começa? Na indústria da música ocidental, geralmente, quando um artista começa a ter alguma visibilidade nas redes sociais, as editoras mostram interesse e até podem propor alguma oferta. No mundo do K-pop, as coisas desenrolam-se de forma ligeiramente diferente… Jovens que desejam ser ídolos procuram as editoras e fazem várias audiências de forma intensiva. Depois de serem selecionados, ensaiam durante meses, anos até, antes de começarem a atuar.

Bandas

As bandas em si são o mais fascinante do mundo do K-pop. Mais de 240 bandas estrearam-se nos últimos anos, tendo muitas delas tornado-se grandes sucessos fora da Coreia do Sul. Há bandas femininas e masculinas, e têm a tendência de ser maiores quando comparadas com as bandas ocidentais – estes grupos são conhecidos por ter à volta de 40 membros como o NCT. Algumas empresas atém criam bandas maiores como a EXO, assim metade pode atuar na Coreia do Sul enquanto a outra metade atua na China. Apesar de o K-pop ser um fenómeno que teve origem na Coreia do Sul, esse género tornou-se tão popular além fronteiras que cada vez mais membros das bandas K-pop são estrangeiros; jovens chineses, japoneses e australianos vão às audições na esperança de se tornarem ídolos.

Música

O K-pop tem algo para todos. Com raízes na música pop, o K-pop tem cada vez mais influências de soul, rap, rock, R&B e até mesmo funk. Com o crescimento da popularidade do género pelo mundo, a música tornou-se reflexo dos vários gostos do público. (A melhor forma de entender a variedade musical é ouvir uma playlist de K-pop como esta.)

Videoclips

Apesar de a música ser importante, o K-pop também é um genero que aposta muito na parte visual. Os vídeos são coreografados na perfeição, com a produção de temas a fim de colocar os membros mais populares do grupo no centro. O video de “I Got a Boy” de “Girls Generation” até ganhou o melhor vídeo de Youtube em 2013, ultrapassando super estrelas mundiais como a Lady Gaga.

Compartilhe esse artigo

Últimos artigos de Cultura