As mais recentes novidades sobre viagens, línguas e cultura dadas pela EF Education First
Menu

A Gíria Futebolística Inglesa que Precisa Saber

A Gíria Futebolística Inglesa que Precisa Saber

O futebol é uma obsessão nacional para os Britânicos e está repleto de estranhas e maravilhosas frases. Desde que gritos a apoios aos apupos – estas são as expressões mais comuns para o ajudar a perceber a gíria futebolística inglesa quando está a ver um jogo no Reino Unido.

WHAT A HOWLER!

Se se encontrar a ver um jogo da equipa nacional inglesa, esta frase vai ser útil. Esta expressão é usada depois de alguém fazer um erro engraçado. É normalmente utilizada quando um guarda-redes que falha uma defesa ou um jogador que marca um auto-golo.

REF!!!

Quem quer ser árbitro? Quase todas as decisões são respondidas com expressões como: “não sabes o que estás a fazer” ou “devias ir testar a tua vista”. Discordar com os árbitros é uma constante em todos os desportos pelo mundo fora e dizer “ref” num momento de descrença ou dúvida é comum no mundo do futebol.

WHAT A SCREAMER!

Usualmente reservado para obras de arte de Messi, Ronaldo ou Hazard, um “screamer” (ou “worldie”) acontece quando alguém marca um golo a uma longa distância e cria o pandemónio no estádio.

THAT WAS A SITTER/HE SHOULD HAVE BURIED THAT

Infelizmente estas duas expressões são as mais usadas por mim para descrever a incapacidade da minha equipa marcar golos. São ditas com uma mistura de choque, tristeza e raiva quando um jogador falha oportunidades de marcar golo.

WE NEED A CLEAN SHEET

Uma frase dita com esperança, mais do que algo esperado. Quando um guarda-redes não sofre golos, é conhecido como um “clean sheet”. Manter uma “clean sheet” torna tudo mais fácil para ganhar o jogo!

IT’S TIME TO PARK THE BUS

Este é um estilo ultra-defensivo de futebol onde as equipas fazem tudo para preservar o “clean sheet”. Ao colocar os 11 jogares atrás da linha da bola para bloquear o oponente, e tentando raramente atacar, é considerado “parking the bus” (estacionar o autocarro).

MAN ON!

O público é considerado como sendo o 12º homem. Quando um jogador não está consciente de um jogador oponente que se está a aproximar, choros a dizer “man on!” soam no estádio para avisar da chegada deste.

HE NEEDS TO HUG THE LINE

As equipas jogam frequentemente com dois extremos – estes são jogadores atacantes que jogam juntos nas margens do campo. “To Hug the line” é uma frase usada para encorajar estes jogadores a ficarem o mais junto da linha possível para esticar o posicionamento do oponente no relvado.

HE WAS CAUGHT BALL WATCHING

Os jogadores de futebol não são bons só a dar pontapés na bola, são taticamente evoluídos e percebem o movimento dos jogadores à sua volta. Ao estar apenas a “watching the ball” (ver a bola) podem ser desarmados pelo opositor, o que vai ser aproveitado pelo mesmo.

THE WALL DID ITS JOB

É preciso uma pessoa corajosa para ficar em frente de uma barreira. Quando os jogadores formam uma linha, a 9 metros da marcação do livre, está a conhecida como “wall” (barreira). Se a barreira se mantiver filme e boquear a bola, diz-se que fez o seu trabalho (“did its job”).

HE’S A DEAD BALL SPECIALIST

Situação de “dead ball” acontece quando esta está parada depois do jogo estar interrompido. Um especialista de “dead ball” refere-se a alguém que marca bem livres ou penalties e consegue marcar um canto para a área de penalty com grande precisão.

STAY ON YOUR FEET

Uma frase estranha para um jogo que se joga de pé, mas os fãs entoam-na para parar um jogador de tentar desarmar o adversário em carrinho. Esta situação pode resultar numa falta ou o jogador da equipa contrária passar por ele.

Imagem de Kieran Clark, Flickr / Creative Commons

ASSISTA A UM JOGO EM INGLATERRASaiba mais

Compartilhe esse artigo

Últimos artigos de Línguas