Aprender uma língua é a chave para um futuro internacional

Os benefícios de alargar os horizontes linguísticos dos teus filhos (ou os teus próprios) vão além dos benefícios de aprender a comunicar numa nova língua, e mesmo além de algumas recompensas cognitivas intrigantes ao longo da vida. Para as crianças em particular, as capacidades que eles adquirem durante a aprendizagem de uma língua podem revelar-se importantes ao tornarem-se cidadãos do mundo e terem sucesso e futuros internacionais: empatia, flexibilidade e cultura.

O bilinguismo e o cérebro

Não interessa qual a língua mais usada, o cérebro humano é um orgão bastante complexo. Ao passo que antes se pensava que o bilinguismo não tazia nenhuma vantagem (e até era uma desvantagem), os benefícios de aprender línguas, têm sido bem consolidados, com mais estudos que aparecem todos os dias.
Não quer dizer que os bilingues sejam necessariamente mais inteligentes, estudos revelam que um cérebro bilingue é mais flexível e adaptável, especialmente à medida que envelhece. Os bilingues, por exemplo, têm um atraso de 4-5 anos no inicio dos sintomas de demência e uma recuperação cognitiva mais rápida após um AVC.
Num outro estudo, as crianças pequenas bilingues mostraram ter uma flexibilidade cognitiva maior a completar exercícios mentais, enquanto que num estudo complementar os adultos bilingues que falam e trocam regularmente entre as suas línguas também desenvolveram uma flexibilidade mental maior.

A aprendizagem de línguas e outras capacidades

Além dos benefícios cognitivos, aprender outra língua ajuda as crianças a desenvolverem outras capacidades-chave. Num estudo, crianças poliglotas mostraram ter mais empatia e ter melhores capacidades de interpretação e comunicação, algo que os pesquisadores supõem estar relacionado com o facto de as crianças bilingues estarem constantemente a interpretar as intenções e perspectivas dos outros.
Os benefícios de ter excelentes capacidades interpessoais – assim como flexibilidade cognitiva e função executiva – vão muito além de um campo de pesquisa, obviamente: são essencias para compreender os outros, trabalhar eficazmente e com orientação para o sucesso.

A conexão Cultural

Excusado será dizer que falar duas ou mais línguas dá às crianças e jovens uma ajuda, mas num mundo em que estimadamente metade da população é bilíngue – e pelo menos em alguns aspetos em casa em mais de uma cultura – não será falar apenas uma língua também uma desvantagem cultural?
Múltiplos estudos têm confirmado que os bilingues são têm uma mente mais aberta e são culturalmente confiantes; as duas capacidades são essenciais para o sucesso (em cada vez mais) ambientes de trabalho internacionais e para sentir-se à vontade em um mundo em constante mudança. Certamente que as crianças e jovens que falam mais que uma língua vão ter mais facilidade em trabalhar com pessoas com experiências de vida variadas e do mundo inteiro: a verdadeira cultura encontra-se na apreciação e compreensão de outras culturas e em outras formas de pensar e de agir.

As línguas no trabalho

As línguas podem tornar-se no negócio mais poderoso do século XXI tal como a tecnologia no século XX, ao fazer das habilidades linguísticas um fator diferenciados entre os candidatos à maioria dos empregos.À medida que os avanços tecnológicos permitem mais e mais empresas com negócios internacionais, as que falam bem a língua local, e que têm um nível de inglês elevado, vão ser necessárias para os negócios. Até mesmo em países que são tradicionalmente resistentes ao “multilinguismo”, a importância das capacidades linguísticas está a tornar-se mais vincada: Nos E.U.A., por exemplo, há actualmente mais pessoas que falam espanhol do que em Espanha, o que faz dos E.U.A. a segunda maior comunidade de falantes de espanhol depois do México.
Um comunicação eficaz em várias línguas conduz à produtividade e a novas oportunidades como trabalhos e projetos globais, mas há também um benefício financeiro tangível por falar mais que uma língua: falar alemão, por exemplo, pode trazer um aumento de 3.8% ao teu salário e uma receita extra de 128,000 USD durante a tua vida.

A linha do fundo

Aprender línguas é divertido, útil e em muitos pontos essencial para o desenvolvimento das crianças e para o sucesso futuro dos jovens: Transmite vantagens cognitivas, assim como promove competências essenciais na vida como a empatia, adaptação e flexibilidade. Estas competências são atrativas para qualquer um, mas particularmente importantes no futuro e para aqueles que sonham em trabalhar, viver ou viajar para fora.

Sabe mais dicas nos outros artigos do Blog Escolhe a língua :)

Compartilhe esse artigo